Número total de visualizações de página

quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Setembro 9th, 2009- Jornal das Caldas

Movimento Viver a Cidade quer mudar Nossa Senhora do Pópulo
Setembro 9th, 2009 · 1 Comment
Teresa Serrenho, candidata independente à Junta de Nossa Senhora do Pópulo, quer vencer a freguesia e para isso pretende fazer uma campanha ligada à proximidade com a população e com as instituições ligadas à sua freguesia.A candidata apresentou há dias o seu manifesto eleitoral e algumas das caras que compõem a lista que vai às urnas em Outubro.Ciente de que os partidos podem “esmagar” a campanha eleitoral pelo seu poderio financeiro, Teresa Serrenho aposta em “trunfos” como “não ser política, ser frontal, mostrar preocupação com as pessoas e a apresentação de um programa viável para vencer a Junta”.Apostando na boa vontade das pessoas, o Movimento Viver a Cidade não revelou o seu orçamento, uma vez que apenas tem contributos de cada um dos elementos que compõem a sua lista e alguns particulares.“Os outdoors eram caros e por isso optámos por ter um móvel (veículo). Temos de fazer propaganda, mas contida porque não temos orçamento. Vamos comprando e vamos fazendo as coisas com materiais recicláveis. Não podemos concorrer contra as máquinas partidárias e por isso apostamos na campanha boca a boca”, explicou.A cabeça de lista negou ter recusado um eventual convite do PSD para ser número dois da lista de Vasco Oliveira. “Não fomos convidados para nenhum partido. Estamos aqui, porque acreditamos num projecto. Aqui o nosso partido é a freguesia de Nossa Senhora do Pópulo e mais nada. O que nos uniu são os desencantos que temos com os políticos neste momento”, adiantou.Teresa Serrenho mostrou-se preocupada com o encerramento do Hospital Termal e relaciona esse problema com a forma da cidade promover a infra-estrutura.“Actualmente qualquer pessoa que visite as Caldas e que queira saber onde é o Hospital Termal não vê uma placa que dê essa indicação”, apontou.“As Termas deixaram de ser importantes para a cidade e isso é muito grave”, referiu.A líder do Movimento Viver a Cidade quer ainda que seja criada melhor iluminação na cidade para aumentar a segurança.De todos os projectos apresentados e que podem ser consultados em www.viveracidade.com, Teresa Serrenho refere que pretende reanimar a cidade.“Parece filosófico, mas pretendemos movimentar a cidade que parece estar adormecida. Queremos as pessoas a mexerem-se. Quero derrotar o actual presidente da Junta com a minha perspectiva e o meu crédito perante as pessoas daquilo que já fiz na vida. Sou capaz de fazer diferente na cidade”, manifestou.A candidata independente referiu ainda que irá negociar as transferências para a Junta de Freguesia com o presidente da Câmara de uma forma persistente.Teresa Serrenho é responsável por um agrupamento de escolas em Torres Vedras, pelo que se não vencer a Junta não pode acumular funções e terá de ser representada no caso de vir a ser eleita para outro lugar na Assembleia de Freguesia.O Movimento Viver a Cidade tem um jantar comício no dia 2 de Outubro, mas até lá terá campanhas de rua todos os sábados de manhã.Fazem ainda parte do Movimento Viver a Cidade Júlia Branco, Luís Elias, Paula Miguel, Filomena Alves, Delfim Palmeirão, Margarida Serrenho, Ana Sofia, Jorge Reis, Tiago Serrenho, Filipa Palmeirão, Filipe Carvalho, Sónia Susano, Helena Carvalho, Judite Serrenho, Luís Serrenho, entre outros.
Carlos Barroso
Tags: Política

Sem comentários:

Enviar um comentário